março 12, 2010

[Segurança] Os perigos no Twitter

A empresa de segurança Barracuda Networks lançou nesta semana um relatório que, dentre outras coisas, faz uma análise muito interessante sobre o Twitter.

Segundo o "Barracuda Labs 2009 Annual Report", após analisar mais de 19 milhões de contas no serviço de microblogging, a empresa identificou algumas coisas bem interessantes:
  • Somente 21% dos usuários do Twitter são verdadeiros
  • 49% dos usuários entraram no Twitter durante o que o relatório chama de "Twitter Red Carpet Era", um período de grande crescimento de Novembro de 2008 a Abril de 2009, quando o crescimento mensal teve um pico de 21.17% (em Abril 2009).
  • Durante a maior fase de crescimento, a "Twitter Red Carpet Era", a quantidade de crimes via Twitter cresceu 66%. Diversas contas foram utilizadas para fins maliciosos, como enviar links que direcionavam para sites com códigos maliciosos (vírus, trojans, etc).
  • Uma em cada 8 contas criadas no Twitter tem objetivo criminoso ou suspeito.

O site Geek lembra que "o grande público do serviço é um chamariz irresistível para os mal-intencionados".

2 comentários:

Updatefreud Kevin disse...

Poxa! Achei essa resultado da pesquisa um tanto negativamente exagerado... Será que é isso mesmo: "Somente 21% dos usuários do Twitter são verdadeiros", "Uma em cada 8 contas criadas no Twitter tem objetivo criminoso ou suspeito"? Não é exagero?

Anchises M. G. de Paula disse...

É, eu concordo em parte com você, parece mesmo exagerado. Mas, na verdade, há alguns fatores a considerar:
1) Há muitas ferramentas ou códigos maliciosos que criam perfis automaticamente, para enviar SPAM ou vírus, por exemplo. E isso pode ser feito de forma fácil e rápida.
2) é interessante ver que a pesquisa da Barracuda considerou que "True Twitter User" é alguém que segue pelo menos 10 pessoas, tem pelo menos 10 seguidores e publicou pelo menos 10 mensagens (veja o rodapé em http://www.barracudanetworks.com/ns/news_and_events/index.php?nid=387). MAs eu já vi uma pesquisa antiga, não lembro aonde, que a grande maioria dos usuários (mesmo os reais) não publica quase nada. Ou seja, eles só contaram os usuários que são realmente mais ativos, e não o número total de usuários.

Creative Commons License
Disclaimer: The views expressed on this blog are my own and do not necessarily reflect the views of my employee.