maio 07, 2011

[Cyber Cultura] O que é um hackerspace?

Hackerspaces, assim como o Garoa Hacker Clube, representam um conceito já existente em vários países que busca criar um espaço de encontro para amantes de tecnologia, como se fosse um laboratório comunitário para que entusiastas de tecnologia realizem projetos em diversas áreas relacionadas. Segundo o site Hackerspaces.org, os "Hackerspaces são espaços físicos operados pela comunidade, aonde as pessoas podem se reunir e trabalhar em seus projetos".

A Wikipedia possui uma definição parecida, porém um pouco mais detalhada: "hackerspaces são locais aonde pessoas com interesses comuns, geralmente em computadores, tecnologia, ciência ou arte digital ou eletrônica podem se encontrar, socializar e/ou colaborar. O hackerspace pode ser visto como uma laboratório aberto a comunidade incorporando elementos das oficinas, workshops e/ou estúdios onde os hackers podem se unir para compartilhar recursos e conhecimentos para construir e fazer coisas".

Ou, então, podemos dizer que "é um laboratório comunitário que propicia a troca de conhecimento e experiências, um local onde pessoas podem se encontrar, socializar, compartilhar e colaborar," conforme consta na página da Casa da Cultura Digital.

Embora até o momento eu não tenha encontrado uma definição formal das principais características de um hackerspace, eu me arrisco a listar algumas:

  • A principal característica, na minha opinião, é que o hackerspace deve ter um espaco físico, ou seja, um local fixo aonde as pessoas possam se encontrar a qualquer momento.
  • O hackerspace é mantido pelos próprios membros, que normalmente colaboram financeiramente para a manutenção do local e para cobrir as despesas existentes, através de mensalidades, doações e outras formas de arrecadação de fundos.
  • O hackerspace é independente, preferencialmente sem ligação formal com nenhuma empresa, entidade ou universidade. Isto é importante pois, caso contrário, poderia comprometer a independencia, a liberdade de desenvolver atividades ou a facilidade de acesso livre ao espaço para qualquer interessado, a qualquer momento.
  • Deve permitir acesso universal ao espaco físico, independente de área de conhecimento, formação e experiência, contanto que não represente um risco a segurança do espaço (ainda mais aqui no Brasil).
  • Deve ser multidisciplinar, ou seja, ter participantes de várias áreas de conhecimento, como engenharia, hardware, eletrônica, software, desenvolvimento, Software Livre, segurança da infomação e, principalmente, pessoas de outras áreas como artes digitais, música, robótica, espaçomodelismo, bioengenharia ou robótica, por exemplo.
  • Como o espaço é livre, o hackerspace deve permitir o desenvolvimento de projetos próprios de seus membros ou projetos comunitários (o que, na minha opinião, são muito mais interessantes).
  • O hackerspace também deve servir como um espaço de encontro para as pessoas socializarem, ensinarem e aprenderem, através de atividades abertas a todos os interessados.

Eu criei a lista acima, da minha cabeça, baseado nas informações diversas que achei no Hackerspaces.org, das minhas conversas com outros hackerspaces e da minha experiência no Garoa. Ou seja, isso não significa necessariamente uma lista formal de requisitos, mas espero que ajude a promover a discussão sobre a importância de existir um hackerspace.

O blog Extreme activities in cyberspace. também tentou responder a pergunta sobre o que define um Hackerspace e criou uma lista interessante de características dos hackerspaces:

  • Propriedade e gerência sob responsabilidade de seus membros, num espírito de igualdade.
  • É uma organização sem fins lucrativos e aberto ao mundo exterior em uma periodicidade (semi) regular.
  • Compartilha ferramentas, equipamentos e idéias, sem discriminação.
  • Uma forte ênfase na tecnologia e na invenção.
  • Tem um espaço compartilhado (ou está trabalhando em um espaço) como um ponto central da comunidade.
  • Um forte espírito de invenção e ciência, com base na experimentação, erro e livre compartilhamento de informações.

Além do mencionado acima, o hackerspace deve ser apolítico, sem nenhum viés político ou partidário, embora exista uma grande preocupação em desenvolver atividades e projeos que ajudem a comunidade.

No vídeo abaixo, Rodrigo Rodrigues (Pitanga), um dos fundadores do Garoa Hacher Clube, falou sobre o Garoa e como ele foi criado:




O Hackerspace também permite resgatar a cultura "hacker" original, que incentiva a pesquisa e a busca do conhecimento pelo conhecimento e pelo bem geral, desafiando os limites da tecnologia.

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Disclaimer: The views expressed on this blog are my own and do not necessarily reflect the views of my employee.